Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

(42)9993-1510

Tempo Agora
No Ar


Nenhuma programação cadastrada
para esse horário




Enquete
Qual o período você mais a Rádio?

 Madrugada?
 Manhã?
 Tarde?
 Noite?

Publicidade Lateral
Top Música
1
Ele Não Merece A Gente  - Naiara Azevedopart. Paula Mattos
Ele Não Merece A Gente
Naiara Azevedopart. Paula Mattos
2
Acordando o Prédio  - Luan Santana
Acordando o Prédio
Luan Santana
3
VIDINHA DE BALADA - Henrique e Juliano
VIDINHA DE BALADA
Henrique e Juliano
4
Amante Não Tem Lar - Marília Mendonça
Amante Não Tem Lar
Marília Mendonça
5
Te Assumi Pro Brasil - Matheus & Kauan
Te Assumi Pro Brasil
Matheus & Kauan
Estatísticas
Visitas: 314108 Usuários Online: 116


Brasil

Publicada em 07/08/17 as 01:37h - 43 visualizações
Petrobras anuncia reajuste de 6,9% em média para gás de cozinha
Reajuste entrou em vigor a partir deste sábado (5).

Web Radio Pinare


 (Foto: Web Radio Pinare)

A Petrobras  reajustou os preços do GLP P-13, o gás de cozinha em botijões para uso residencial, em 6,9% a partir deste sábado, informou a estatal em comunicado nesta sexta-feira (4).

Conforme a Petrobras, o ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos.

Segundo a estatal, se o reajuste for integralmente repassado ao consumidor, a companhia estima que o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reajustado, em média, em 2,2%, ou cerca de R$ 1,29 por botijão, mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.

"Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores", destacou a Petrobras.

Segundo o Sindigás, que reúne as empresas distribuidoras, o reajuste oscilará entre 6,4% e 7,5%, de acordo com o polo de suprimento. "Com o aumento, o Sindigás calcula que o preço do produto destinado a embalagens até 13 quilos ficará 22% abaixo da paridade de importação, o que inibe investimentos privados em infraestrutura no setor de abastecimento", destacou.

Meses anteriores

Em julho, a Petrobras reduziu o preço do gás de cozinha residencial em 4,5%, após ter aumentado o valor em 6,7% no mês anterior.

Pela nova política de preços adotada pela Petrobras, o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), os preços serão revisados todos os meses.

Segundo a estatal, o preço final às distribuidoras será formado pela média mensal dos preços do butano e do propano no mercado europeu, convertida em reais pela média diária das cotações de venda do dólar, mais uma margem de 5%.





Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros
RÁDIOS BR

Baixe nosso Aplicativo WEB RÁDIO PINARÉ
Copyright (c) 2017 - Web Radio Pinare - Todos os direitos reservados